Família Montalvao

Família Montalvao

domingo, julho 09, 2017

Qual o motivo de Fábio da SECOF nunca ser cabeça de chapa do lado da candidata Ré e sem registro?

Segundo rumores, o empresário Fábio Rios deve apoiar a oposição em Jeremoabo

Escrito por Luiz Brito DRT 3.913

Reprodução
O empresário Fábio Rios, da SECOF, segundo rumores nas ruas de Jeremoabo, será um dos novos integrantes da oposição na terra da jurema em flor. Algumas figuras políticas já haviam sinalizado a saída de Fábio. O fato é que o empresário há muito andava cabisbaixo pela perda de espaço, prestígio e apoio, depois do resultado da eleição, que acabou por não eleger quem a maioria votou, tendo a caneta caido no colo do então presidente da Câmara, vereador AC. Aliás, já passou da hora de o empresário Fábio, se tem pretensões políticas, assumir uma postura independente. Do contrário vai somente servir de cabide para os políticos. Como diz o pastor João Neto de Barros, a política é versátil, o que é hoje pode não ser amanhã. Essa versatilidade da política vai levar o Fábio Rios a pedir votos para Derí do Paloma candidato natural do PP à prefeitura de Jeremoabo em qualquer tempo, chova ou faça sol. Só não se sabe se haverá eleição na terra da jurema em flor. Mas, enquanto o governo do prefeito Interino Antonio Chaves se desidrata às denúncias vão aparecendo em cada programa que é apresentado às quartas feiras, na Jeremoabo FM.

Nota da redação deste Blog - Há muito tempo nos meus comentários, venho dizendo que Fábio Rios morre e nunca conseguirá sair candidato a prefeito de Jeremoabo apoiado pelo grupo da ex-prefeita Anabel, ali ele não passa de um estranho no ninho.
Falam que é porque forasteiro só pode votar e trabalhar para os donos da Casa Grande, mas nunca ser votado para  prefeito.
Essa de forasteiro é a desculpa para enrolar que não enxerga além do nariz, eles não apoiam o Fábio pelo seguinte motivo: é um empresário bem sucedido, jovem, inteligente, um cidadão de visão ampla e evoluída.
O Fábio efetuou um grande empreendimento em Jeremoabo, que além de beneficiar os vivos, beneficiou também os mortos, pois se não fosse ele, hoje não haveria espaço para sepultar os defuntos, a realidade é o abandono do cemitério oficial, que faz medo até entrar para visitar seus entes queridos, a mata é grande, pois além do mato existe esgoto, e animais peçonhentos. 
Mas voltando a politicagem, os proprietários da Casa Grande sabem que se apoiassem o Fábio, para eles seria uma especie de suicídio, pois dificilmente iriam conseguir dobra-lo para submeter-se ao esquema de improbidades.
O Fábio sendo um empresário bem sucedido não iriá jogar na lata do lixo sua reputação, sua vida, seus investimentos, coisa para aventureiros ou para quem não tem outro meio de vida, a não ser a politicagem, semelhante a cafetão, em fim de carreira, acaba tudo, vai para o ostracismo em dinheiro, sem reputação, sem nada.