Família Montalvao

Família Montalvao

quinta-feira, julho 20, 2017

Em Jeremoabo , Secretário de Educação “Toca Terror” e tenta aprontar “atos não republicanos” contra os professores,

Resultado de imagem para foto precatorio dos professores

Fonte: Cidadão prejudicado e indignado, que não quer ser identificado com receio de perseguição.


Assim como ocorrido em Brasília, em episódios que acompanhamos pela TV diariamente, quando o então Presidente Michel Temer trocou vários integrantes da COMISSÃO que julgaria a admissibilidade de seu processo na Câmara dos Deputados em Brasília(DF), na cidade de Jeremoabo, para surpresa estarrecedora de todos, o Secretário de Educação anunciou, com imensa desfaçatez, tentando dar um GOLPE nos professores desta cidade, que os integrantes da COMISSÃO que analisa a questão dos Precatórios do FUNDEF, também seriam reformulados, substituindo integrantes idôneos,  que seguem uma corrente independente do líder político do Secretário  (líder este que fora condenado a 05 anos de prisão semi-aberta), por outros que são sabidamente subservientes e escravizados pelo mesmo, excluindo inclusive  o Promotor de Justiça, uma vez que o mesmo fazia parte da referida comissão, cuja sugestão foi do professor e vereador Ivande e voltando atrás no que se comprometera já o “interino”, em uma das Assembléias anteriores.

O fato ocorreu na Terceira Assembléia realizada na Câmara de Vereadores, nesta última quarta, 19/07, que trataria do assunto dos Precatórios do FUNDE, cujos valores podem somar uma quantia superior a R$ 80 milhões.
O Secretário falou a uma platéia que compareceu às duas assembleias anteriores, na qual em uma delas fora eleita uma comissão com participantes de vários setores, seguindo recomendações do MPF/MP no que toca o uso e destino destes valores.

.
O Secretário de Educação, como já de costume, haja vista que um ex-secretário do qual o atual é sucessor, procedia da mesma forma, passando como um trator por cima dos direitos dos profissionais da área, (Este quando assumiu o cargo destituiu logo o Conselho do FUNDEB para não serem fiscalizados).
O referido secretário alegou que o “certo”, seria seguir instruções do TCM, desfazendo o que já ficara acordado na última assembléia: o Gestor Interino se comprometera a pagar os 60 % do FUNDEF aos professores. Curioso que a ex-prefeita, que o colocou no cargo, teve uma conta REJEITADA pelo mesmo TCM, e mais duas representações encaminhadas ao Minsitério Público Estadual justamente por NÃO SEGUIR suas orientações.
Muito estranho esta mudança de posicionamento ocorrer logo após o ex-prefeito, ser condenado, como mencionado acima. Seria uma maneira de garantir caixa para pagar advogados e tentar comprar sentenças já que provavelmente haverá recurso noutras  instâncias, na tentativa de reverter a sentença, a qual condenou a cumprir  pena em regime semi-aberto?
Ou seria uma tática terrorista suicida, do então “interino”? Além da falta de capacidade administrativa já demonstrada pelo mesmo, vê-se que, o “interino” não se preocupa com o suicídio político que está cometendo. Não está sabendo aproveitar a “oportunidade” caída do céu e realizar uma administração benéfica para o povo e para a cidade de Jeremoabo, e está fazendo um governo voltado para os interesses de seus mestres
Não se assustem caso, do dia para a noite, surja uma nova comissão, criada à revelia de todos, na calada da noite, nos porões das casas dos coronéis, onde é cultuada a corrupção, na qual está imersa a cidade de Jeremoabo.
Visto isto, a ONG Transparência Jeremoabo, passará a acompanhar de perto este “terrorismo psicológico” contra os profissionais da educação, realizando gravações, filmagens, tirando fotos, fazendo entrevistas e matérias que serão pulverizadas em vários sites de notícia do Nordeste, deixando transparente todo o processo. Pois assim como os demônios temem a Palavra Divina, estes “terroristas” temem a Verdade.

Entenda sobre o posicionamento de Outros Municípios :