Família Montalvao

Família Montalvao

quinta-feira, julho 06, 2017

Cartão postal de Jeremoabo 392 anos de existência e aos 92 anos emancipação Política

Nenhum texto alternativo automático disponível.


Essa é a situação ou recepção que o viajante ou visitante encontra quando chega na Rodoviária de Jeremoabo, infelizmente Jeremoabo só não conseguiu se emancipar da corrupção, da incompetência e da irresponsabilidade


Todo cidadão, no gozo de seus direitos políticos, tem o direito de pleitear uma candidatura a prefeito de sua cidade.
Isto dito, vamos a verdades que doem e mais que tudo ofendem o bom senso. Enfim, um tapa na cara de todos nós jeremoabenses.
Até hoje data da independência e emancipação politica, a gestão do  " interino"é, nula, inexistente, vazia, inútil, acintosa, debochada e escarneadora.
A foto que ilustra esta postagem mostra cena de  uma Jeremoabo que nos envergonha.
Mendigos ao relento, em pleno centro da cidade, aos montões, como se fossem lixo. Quanta sensibilidade de um prefeito, hein?
Isto é um acinte. E olha que estamos mostrando apenas uma parte dos gravíssimos problemas que nossa cidade apresenta.
Outros estão aí escancarados, com uma cidade suja, maltratada, esburacada, mal iluminada,   condições precárias em todos os bairros com esgoto a céu aberto, rios poluídos e saúde que mata cidadãos na porta de postos de atendimento.
Enfim, cansativa é a exposição dos problemas de uma cidade abandonada. Bem diferente da Jeremoabo da propaganda municipal.
Aquela cidade não existe. A realidade é muito triste. Triste e revoltante. Pois nós jeremoabenses não estávamos acostumados à tamanha incompetência.
 Já Tivemos bons prefeitos. Mas o Lenga Lenga, desses últimos vinte anos é o pior de todos os tempos.
E não há a mínima esperança de melhora e nem tempo para isso.
O prefeito não governa. Mãos atadas por compromissos estranhos para conseguir vencer as próximas eleições
Não governa. Não impõe respeito. Não é levado a sério.
E pior. Não saiu de seu gabinete para confrontar com a triste realidade. Seria por vergonha ou medo da reação da população?
Atualmente suas horas, regiamente pagas por todos nós, são ocupadas para conchavos e mesquinharias políticas.
Perdeu a sensatez, que se exige de governantes comprometidos com seu povo.
Para ele e seus áulicos nada melhor que o conforto de, de bons salários, gordas diárias poltronas aveludadas de seus gabinetes.
O povo?
O povo que se dane !!!!