Família Montalvao

Família Montalvao

sexta-feira, agosto 11, 2017

O Hospital de Jeremoabo não funciona por falta de Secretário, mas por falta de prefeito...



Repostagem!
Durante a semana foram postados dois memes, por nós da JerêNews, direcionados a área da Saúde.
Como ja dissemos anteriormente, não somos a favor de denegrir pessoas, nem tão pouco tomar partido de A ou B, criamos o perfil para cobrarmos melhorias para a cidade e ecoar esse espírito de cidadania.
Com relação aos memes postados, estes foram direcionados para o caos que é a falta de estrutura do Hospital e a deficiência de planejamento com os Postos de Saúde, em NENHUM momento relatamos algum fato ou englobamos os proficionais da área.
Os profissionais de saúde, que aqui exercem seu cargo, estes são uns guerreiros em atuar com condições tão precárias. Não é possível realizar um Hemograma, uma USG, uma Ressonância para dar um diagnóstico, o internamento é caótico, sem amparo para os acompanhantes e estrutural para os pacientes, sem falar em uma pré estrutura montada para neo-natal sem poder ser utilizada. Saúde é multidisciplinar, um grupo formado por Médicos, Enfermereiros, Farmacêuticos e Administradores, para assim distribuir melhor medicamentos aos Postos, verbas devidas ao Hospital, observar as deficiências e doenças constantes da região.
Por fim, este post é apenas para esclarecer que a JerêNews parabeniza TODOS os Profissionais de Saúde de Jeremoabo pelo atendimento, profissionalismo e dedicação ao que exercem e que continuaremos, junto com esses Profissionais, em busca de melhorias para a população de Jeremoabo, pois quanto mais debatemos um tema mais rápido chegamos a solução.
Obrigada à atenção!



Nota da Redação deste Blog - O sábio pode mudar de opinião. O ignorante, nunca”.  (Kant)
O Hospital de Jeremoabo sofre de uma moléstia crônica chamada " incompetência dos prefeitos" .

Nem todos os secretários são desonestos, alguns são possuidores de capacidade e até tem vontade de trabalhar e demostrar sua competência, porém, o sistema implantado na administração municipal de Jeremoabo não permite, tem que continuar no "quanto pior melhor".
Só os cegos, os oportunistas, os mamadores e os puxa sacos não enxergam, pois o programa Conexão  Verdade através dos vereadores da oposição estão desmascarando a farsa do (des)governo.
 Como já ficou demonstrado e provado através dos vereadores da oposição, diga-se de passagem, os únicos que realmente exercem o verdadeiro papel de vereador, o esquema do (des)governo e sua caterva é a farra das diárias, são licitações fraudulentas, é Secretário gastando gasolina num único veículo, cujo combustível gasto num mês daria para dar a volta ao mundo e muitas outras maracutaias   que quando o Ministério Público agir, muita gente irá para a cadeia, pois a improbidade já ultrapassou todos os limites, somente nesse curto período de tempo.

Tudo isso que está acontecendo no (des)governo municipal, o cidadão comum, não entende por se trata de coisa de profissionais, o esquema é tão bem montando que devido a falta de cultura e conhecimento a população carente joga a culpa nos profissionais da saúde, que são tão vítimas quanto a população, prestam serviços as vezes por vocação ou mesmo necessidades,  em condições de trabalho precárias, num hospital que devido a impropriada  já deveria está era fechado por falta de condições de funcionamento para humanos.
No dia que o Hospital Municipal de Jeremoabo funcionar a contento, os donos do poder, os donos da Colônia intitulada Jeremoabo, não mais contarão   a máquina de fabricar votos, e isso não interessa para eles.
Citarei alguns exemplos para que os senhores entendam: ´os médicos e paramédicos irão trabalhar com dignidade, o pessoal burocrático só serão admitidos através concurso público, não irão mais alugar carros nem tão pouco arcar com outras despesas com transporte de pacientes para parirem noutras localidades, a população não irá mendigar consultas, nem tão pouco se humilhar para conseguir um transporte para conduzir doentes, não irá mendigar a vereadores da situação esmolas, quando não é função deles intrometer-se onde não lhes cabe, pois com a saúde do povo não deveria brincar como se mercadoria fosse.

Abaixo descreverei o que interessa aos profissionais da politicagem em Jeremoabo, sugiro que leiam com atenção:

“Bom mesmo é um povo sem conhecimento, burro e jogado à própria sorte, fácil de ser manipulado como marionetes. Bom mesmo são pessoas que não conhecem seus direitos, que andam pelos caminhos tortuosos da mais pura e desolada ignorância, gente sem educação, gente que nunca aprende e esquece rápido o que aconteceu. Como é bom ter gente assim pra ser manipulada com mentiras, pra ser comprada, enganada e surrada pela indecência dos atos mais vis e soberbos da corrupção”.
O enunciado acima é a cicatriz presente nos pensamentos dos governos corruptos,martelando como uma ferida aberta; é o bordão dissimulado nos discursos, e também oculto na memória de homens que preferem escravizar pessoas por meio das atitudes falaciosas e dos comportamentos inglórios. Por que os modelos de governos corruptos não desejam o investimento em educação neste país, numa educação que rompa com os muros da escravidão intelectual ou com a falta da consciência moral que tantos precisam para suas vidas, para o desenvolvimento humano em todos os campos de sua capacidade criativa e produtiva? Por que ainda não se pensam em homens amigos da sabedoria e livres da arrogância, ganância, corrupção e ignorância?
Simplesmente por que um povo que pensa e tem um espírito autônomo e liberto, que consegue compreender o contexto social que o envolve não é o objetivo de um Estado corrupto, que recorre aos meios mais sórdidos e viciosos quando se trata de coagir e dominar. Eles querem manter as pessoas cegas num jogo arbitrário, onde o cidadão nunca vence. No paradigma político que se segue, não se prioriza um povo esclarecido e politizado, isso não seria bom, pois custaria um preço muito alto para aqueles que malversam o patrimônio público.
Num sistema político onde ainda sobrevive o coronelismo, camuflado no comando dos currais eleitorais, será muito difícil querer uma sociedade formada por pessoas politizadas, e que compreendam que seu papel na sociedade vai além de barganhar favores vendendo sua liberdade nas escolhas e nas reivindicações sociais.
Tudo o que a corrupção mais deseja é uma sociedade composta de pessoas inertes às causas políticas, e que emudece para suas aflições, num consentimento coletivo para todos os danos que possam acontecer, sem jamais demonstrar insatisfação ou indícios de descontentamento e indignação. Tudo o que os agentes corruptores à frente da máquina pública conspiram, só deve favorecer um lado da moeda, ou seja, suas ambições e aspirações, suprimindo qualquer exigência do povo, descartando qualquer necessidade social. O que se pretende com isso é uma sociedade alheia à competência e capacidade de liberdade, desse modo, é muito mais fácil redigir discursos com o objetivo de sobrepujar as lástimas que afetam a camada social que reside à beira da exclusão e do esquecimento.  
A história mostra claramente as marcas dos governos déspotas (tiranos) e o que eles querem de melhor (ironizando a palavra) para a sociedade; querem um povo ignorante, e fazem de tudo pra manter um povo assim, porque uma sociedade sem conhecimento afeta os pilares do desenvolvimento e uma sociedade composta por seres humanos cuja ausência da capacidade de pensar criticamente e de enxergar além do óbvio e das aparências torna-se uma semente incubada e impedida de crescer; um povo cujas raízes ficam impossibilitadas de alcançar o solo e podadas da sua capacidade de germinar e frutificar.
Uma sociedade que faz silêncio e que anda por veredas duvidosas apontadas por políticos sem escrúpulos, com a intenção de simplesmente enganar e mascarar seus atos cruéis de descaso social é a pior de todas as sociedades, porque é omissa e se torna cúmplice da injustiça que sofre. E o pior de tudo é que isso acontece às faces do povo sem o menor pudor ou discrição.  
Como fazer mudança social e política numa sociedade que ainda defende aqueles que a engana, e muitos engolem o orgulho ferido com receio de pronunciar uma palavra de revolta?
É triste e a mais pura verdade quando se diz que ainda convive-se com um povo cru de postura intelectual e submerso na ignorância, destituído de qualquer caráter crítico e senso reflexivo. Isso é tudo que os deletérios (corruptores) mais querem, exercendo de modo indecente o jogo da manipulação das massas. Agora questiono: é o fado e o futuro do povo suportar sempre a opressão impelida por interesses particulares, como se não houvesse outra saída, como se fosse incapaz de se organizar politicamente e servisse apenas para ser explorado, iludido e dominado?  
Se ainda estamos adormecidos é preciso acordar urgentemente; se ainda estamos acorrentados aos grilhões da dominação, então é preciso quebrar as correntes e insuflar a liberdade; e, se ainda estamos anestesiados, é uma situação no mínimo preocupante, porque as dores há muito tempo latejam e muitos fingem não sentir.  (Francisco Balbino Sous -  Educador )