Família Montalvao

Família Montalvao

quarta-feira, agosto 09, 2017

No (des)governo do prefeito "interino" a Prefeitura de Jeremoabo está mais suja do que pau de galinheiro


Resultado de imagem para mais sujo do que pau de galinheiro




Resultado de imagem para mais sujo do que pau de galinheiro


Ouvindo as denúncia do reporte de rua Davi Alves e do Vereador da oposição professor Ivande no programa Conexão Verdade, digo sem medo de errar, que esse governo do prefeito "interino", está mais sujo do que pau de galinheiro, repleto de ilegalidades e atos criminosos.
Os vereadores da oposição estão fazendo sua parte, cabe a ONG-Transparência Jeremoabo juntamente com o Jurídico agilizar as Ações e as Representações na Justiça, pois já está ficando tarde.
Irei comentar os casos mais graves denunciados através do programa:

Falta de Leite para uma criança, que devido irresponsabilidade da Secretária de Saúde, a criança está ´passando fome.

O mínimo que posso dizer, é que esse fato é um ato criminoso.
Não é favor nem esmola do prefeito ou quem quer que seja, é obrigação fornecer o Leite Medicinal para a criança carente, o SUS envia recursos para a Prefeitura bancar essa despesa, o dinheiro existe, é dever da Secretária de Saúde fornecer.
Como proceder, a parte prejudicada, envia um requerimento a Secretária de Saúde exigindo o fornecimento do Leite, se essa sonegar, a parte prejudicada, entra com uma representação perante o Ministério Público solicitando providências, é preciso juntar o receituário ou mesmo um relatório fornecido pelo médico assistente.

O Contrato sem Licitação entre a prefeitura e o Secretário Esposo da Empresa Beneficiada.

Não se trata somente de um ato imoral, mas também de um ato criminoso, não basta o "interino" após o escândalo rescindir o contrato, mas soube pena ser responsabilizado por omissão e conivência comunicar o caso a Justiça, para as devidas providências, pois trata de um ato lesivo ao erário público desde o ano de 2016 até 2017.

Nepotismo

O vereador Ivande foi modesto quando denunciou como sendo um ato imoral, acrescento que além de ser imoral é ilegal, pois afronta e desrespeita a nossa Constituição, o "interino" não está acima da Lei.

O escândalo do combustível.

O minimo que posso dizer é que esse já virou um caso de polícia, é um caso para os vereadores da oposição ingressarem com uma representação perante o Ministério Público, é um caso para o Lavo a Jato, a depender da Secretária poderá ser representado no Ministério Público Federal ou Estadual.
Será que em Jeremoabo só existe imbecil palhaços e covardes?
Um elemento que além das diárias imorais, ainda apresenta despesa de 1.698(hum mil seiscentos e noventa e oito) litros de gasolina, para um único veículo, querendo que o povo acredite que todos os dias ele percorre 699 km, perfazendo mensalmente 20.378 (vinte mil trezentos e  setenta e oito)km.
Isso além de ser uma imoralidade, uma ilegalidade, um engodo, uma desonestidade, é querer zombar da inteligência do povo de Jeremoabo.
Espero que a ONG-Transparência Jeremoabo honre o nome dos seus membros, e ingresse o mais rápido possível com Ações na Justiça, para coibir esse desatinos, esses atos nocivos a toda sociedade Jeremoabense, principalmente aos mais carentes.