Família Montalvao

Família Montalvao

sábado, dezembro 31, 2016

Anabel entre a derrota e a vitória de Pirro.



A vitória de Pirro

“Uma mentira dita cem vezes, torna-se verdade”.(Goebbels – Ministro das Comunicações do Nazismo)

Pirro foi rei tanto de Épiro quanto da Marcedônia. Ele tinha um exército de fazer inveja, composto por: 3 000 cavaleiros, 2 000 arqueiros, 500 fundeiros, 20 000 tropas de infantaria e 19 elefantes. Pirro, sim, era poderoso.
No entanto, ele ficou conhecido, não pelo seu extenso e numeroso exército, mas sim, por um fato histórico.
Conta-se que, tentando subjugar os romanos, Pirro, ao enfrentá-los na famosa batalha de Ásculo, obteve a vitória às custas de um preço muito alto. Pois, enquanto os romanos perderam 6 000 homens, Pirro perdeu 3 500. E diante de tal fato, chegou Pirro a comentar: “mais uma vitória como essa e estarei definitivamente acabado, derrotado”. Assim, ficaram conhecidas como a famosa vitória de Pirro aquelas conquistas que, aparentemente, até achamos termos obtidos (que ganhamos), mas que, na verdade, não passam de uma tremenda derrota.
                                      . . .
Inúmeros, portanto, são os casos de vitória de Pirro que conhecemos… não só na política mas também em outras áreas. Vejam no futebol, não são os casos de times que numa decisão de títulos, ganham a primeira partida por dois a zero (dizem os entendidos que é o pior placar), na segunda perdem de três ou mais gols e, assim, são derrotados. Tudo fruto do comodismo do resultado do primeiro jogo… Vitória de Pirro esta também.
Existem casos mais interessantes… Soube que, em Portugal –  não me lembro bem do ano –, um exército deu ao inimigo de mão beijada o seu Forte – que já não era lá essas coisas, devido a sua fragilidade –, para logo em seguida lutar, durante quase um ano, para conquistar o mesmo Forte. E após a conquista, comemorou como se tivesse sido um grande feito. Dá pra entender? Mas, vindo dos nossos colonizadores, tudo é possível e por que não dizer: imitável também. 
AH! Soube que este exército Português, nessa luta, perdeu inúmeros soldados, o que fez com que o grupo que já era disperso e desestimulado, ficasse mais desestimulado e disperso também… Coisas de Portugal… e do Brasil também… (Francisco Edilson Leite Pinto Júnior, escritor, médico e professor)

Nota da Redação deste Blog - Os cafetões da viúva, para não perderem a mamata do dinheiro público, que deveria ser aplicado na Saúde, Educação e Segurança, tentam a todo custo desclassificar o candidato vitorioso DERI do Paloma, usando a discriminação, a mentira, a baixaria, o escárnio e a execração.
Mais afinal de contas quem é o "vilão" DERI?
Deri é um cidadão empresário, ficha-limpa, trabalhador e honesto, bom pai de família que teve a coragem e hombridade moral para emprestar o seu nome numa disputa eleitoral.
Para isso pagou caro, pois teve que enfrentar a máquina administrativa e os  fariseus vendedores do templo.

Já a candidata sem registro Anabel deu uma de " Dilma." pintou o diabo e fez até a vaca tussir no intuito de perpetuar no poder.
Para isso sacrificou muita gente, principalmente privando a população de ingressar na Prefeitura através do concurso público, mesmo que para isso desrespeitasse os acertos de condutas com o Ministério Público. Preferiu usar do subterfúgio admitindo  inúmeros apadrinhando em cargos comissionados, (modo de investir em futuras eleições com o dinheiro do povo).
Foi o governo que conseguiu implantar no Hospital Municipal de Jeremoabo o maior rombo da História de Jeremoabo, conforme relatório do TCU ( DOC] AC-1852-30/15-P - TCU).
Deixou inúmeras obras inacabadas, ou então construídas com material de péssima qualidade.
Poderia repeti inúmeros desmandos praticados durante esses quatro anos de (des)governo, porém, abstenho-me para não tormar repetitivo e cansativo.
Narraremos agora a falta de escrúpulo da candidata sem registro, ao tentar ludibriar a Justiça pela ganância de perpetuar no poder, pois mesmo sabendo que a legislação não permite, de forma vergonhosa enganou e iludiu muitos dos seus fanáticos eleitores.
Se for respeitado o artigo 224, parágrafo 3º, da lei 13.165/15, e o recurso a ser julgado for em desfavor da candidata Anabel, haverá novas eleições em Jeremoabo.
Muito embora por direito e por analogia o candidato Deri deveria ou deverá assumir a prefeitura como segundo colocado, tendo em vista que tanto o TSE quanto o TRE-BA, diplomaram dois candidatos a prefeito que obtiveram a segunda colocação.
Caso isso não aconteça, as eleições em Jeremoabo continuarão indefinidas, quando o presidente da Câmara que não foi eleito para isso assumirá de forma provisória e temporária o cargo de prefeito por 20 ou 40 dias após o julgamento do recurso no TSE, caso a candidata derrotada requeira.,
Embora queiram camuflar e enrolar mais uma vez o eleitor, nessas eleições a derrotada foi a candidata sem registro Anabel, que tão cedo não poderá candidatar-se, irá perder o foro privilegiado, e, terá que responder seus prováveis processos na Justiça de primeiro grau.

Rei posto, rei morto
 .





Até iniciar a campanha eleitoral, em agosto último, a nova vereadora trabalhava no porto da cidade como prostituta. Com o incentivo dos amigos, principalmente dos taxistas, mototaxistas e dos comerciantes, decidiu mudar de vida. Para isso, se…
DIARIODOPODER.COM.BR