Família Montalvao

Família Montalvao

segunda-feira, março 06, 2017

Lista de Janot completa dois anos com apenas quatro réus e nenhum condenado no Supremo

Janot, na sabatina do Senado que o reconduziu ao comando da PGR
Parlamentares retornam do carnaval sob a expectativa da divulgação dos políticos que serão investigados com base nas delações da Odebrecht. Em dois anos, porém, o STF só tornou réus 4 dos 47 nomes da primeira leva da Lava Jato
CONTINUE LENDO...

OUTROS DESTAQUES

Arquivo/EBC

PF investiga médicos por cobrança de partos pelo SUS

Dois médicos foram presos preventivamente. Há provas de cobrança indevida há pelo menos 13 anos, o que pode ter rendido mais de R$ 1,6 milhão aos profissionais
x

A mulher que revolucionou a astronomia

Às vésperas do Dia Internacional da Mulher, conheça a trajetória singularíssima de Cecilia Payne, uma das figuras femininas mais marcantes da história da ciência e que não recebeu à época o diploma de doutora da Universidade de Cambridge simplesmente por ser mulher
x

Senado tenta votar repatriação, mas MP de rádios e TVs tranca a pauta

A votação do projeto da repatriação está prevista para quarta-feira. Antes, os senadores terão de votar a medida provisória que permite a regularização das concessões que estão vencidas junto ao ministério
Propostas são consideradas prioritárias pelo governo Temer no Congresso

Câmara retoma discussões sobre reformas trabalhista e da Previdência

Em audiências públicas nesta semana, deputados e convidados debaterão as mudanças propostas pelo governo para essas duas áreas. Congresso não teve atividades nos últimos dias por causa do carnaval prolongado dos parlamentares

Não podemos tirar idade mínima de 65 anos 'de jeito nenhum', diz relator

Deputado Arthur Oliveira Maia (PPS) afirma que votação da reforma da aposentadoria é momento decisivo para governo Temer e que Câmara está se 'conscientizando'

Antonio Palocci – Rodolfo Buhrer - 26.set.2016/Reuters

'Italiano era Palocci', diz diretor da Odebrecht sobre apelido em e-mail

Planilhas relatam o pagamento de R$ 128 mi em vantagens indevidas, segundo a Procuradoria