Família Montalvao

Família Montalvao

domingo, julho 02, 2017

Denúncia contra Temer feita pela PGR cita outros 14 políticos
Foto: Reprodução/ PGR
Outros 14 políticos foram citados na denúncia feita pela Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o presidente Michel Temer e o ex-deputado e ex-assessor Rodrigo Rocha Loures. Segundo a Folha de S. Paulo, a maioria das menções fazem referências a trechos da delação do Grupo JBS, quando o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, fala de uma suposta relação entre Temer e a J&F. Ainda que tenham sido citados, a PGR não apresentou acusação formam contra esses políticos – apenas o ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) está preso. O ex-ministro Geddel Vieira Lima e ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, são apontados como interlocutores da JBS junto ao governo Temer, antes de Loures. Outro citado é o ex-assessor e amigo de Temer, José Yunes. Completam a lista de políticos o ex-ministro Guido Mantega, Eduardo BragaEunício OliveiraJader BarbalhoKátia Abreu, Vital do Rêgo (atualmente ministro do Tribunal de Contas da União), Paulo Skaff, Gabriel Chalita e Wagner Rossi. À Folha, os advogados de Geddel e Yunes negaram qualquer intermediação nas relações entre o Grupo JBS e Temer, bem como Renan, Vital do Rêgo, Eunício, Skaff e Chalita. Os demais não foram localizados. 




Foto: Lay Amorim/Achei Sudoeste
A prefeitura municipal de Tanhaçu, cidade situada no Centro-Sul baiano, suspendeu até a próxima segunda-feira (10), o atendimento administrativo, após exoneração de funcionários não concursados. De acordo com informações do site local Achei Sudoeste, a medida foi tomada pelo prefeito Jorge Teixeira da Rocha (DEM), após publicação Decreto 176, no Diário Oficial do Munícipio, determinando a exoneração, para que a gestão municipal fosse adequada à orientação do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), do Ministério Público Estadual (MPE) e do Ministério Público Federal (MPF).  “A investidura em cargo ou emprego público depende de aprovação prévia em concurso público de provas ou de provas e títulos, de acordo com a natureza e a complexidade do cargo ou emprego, na forma prevista em lei, ressalvadas as nomeações para cargo em comissão declarado em lei de livre nomeação e exoneração”, diz o texto. Ainda segundo o Decreto, funcionarão, em caráter excepcional, para atendimento externo, os setores responsáveis pelo recadastramento dos servidores municipais e matrícula dos alunos da rede municipal de ensino. Está assegurado ainda o atendimento aos serviços essenciais, tais como coleta de lixo, além de urgência e emergência na área da saúde. O expediente administrativo voltará ao normal a partir das 8h, do dia 10 de julho.