Família Montalvao

Família Montalvao

sábado, junho 24, 2017

Uma Guarda Municipal que não possui nem um veículo para se locomover, será que se submeteu a curso especializado para prestar os primeiros socorros?

Curso de Capacitação em Primeiros Socorros

O curso de Capacitação em Primeiros Socorros foi realizado entre os dias 28 e 29 de novembro no auditório da UEA do município de Presidente Figueiredo. Participaram do curso os grupamentos GPA, GOC, GO, GERSCI e convidados.

3º Sgt CB André.
O objetivo do curso é de formar Socorristas preparados para uma situação de emergência onde haja a necessidade de aplicação das técnicas de primeiros socorros, pois se trata de uma pessoa treinada para prestar o primeiro socorro e auxiliar os profissionais do atendimento pré-hospitalar no local da emergência.

3º Sgt CB André (à esquerda) e o 1º Sgt CB Davi (à direita)
Para completar o curso os Guerreiros foram submetidos a uma prova prática que parou uma das principais ruas do município de Presidente Figueiredo e envolveu a PM e a Unidade Hospitalar da cidade. A prova prática tratava-se de uma simulação em que há uma colisão entre dois veículos e o resultado dessa colisão é: seis pessoas feridas e uma delas em estado de inconsciência e fratura exposta. Link do vídeo da simulação aqui. Ao final do curso houve a entrega de certificado para os concluentes.
O Curso foi expedido pela Defesa Civil do Amazonas em parceria com a Prefeitura Municipal de Presidente Figueiredo e organizado pelo Coordenador de Defesa Civil de Presidente Figueiredo o GM Afranio Caldas.

Mais imagens do Curso de Capacitação em Primeiros Socorros:


























.

Nota da redação deste Blog - Será que para a Guarda Municipal de Jeremoabo prestar os primeiros socorros se submeteram a cursos especializados, ou estão  apelando para seja o que Deus quiser?
Como em Jeremoabo quando a coisa exige responsabilidades eles "fazem de conta", e já que nem o direito de parir na sua própria cidade as parturientes tem por falta de atendimento médico especializado, é de se duvidar que tenham preparado ou capacitado a Guarda para tal mister.
Que não estejam pondo em risco a vida do cidadão para depois jogarem a  culpa na guarda.
É inadmissível, injustificável, que numa festividade com mais de dez mil pessoas participando, o Posto Médico Municipal não esteja funcionando com médicos de plantão.
Essa é mais uma vergonha para Jeremoabo.