Família Montalvao

Família Montalvao

domingo, junho 04, 2017

Queda fatal de maca gera indenização de R$ 60 mil


20 de outubro de 2010, 7h58

A esposa de um paciente que morreu após cair da maca no Hospital Carlos Chagas, no Rio de Janeiro, será indenizada. Por decisão da desembargadora Vera Marina Van Hombeeck, da 1ª Vara Cível do Tribunal de Justiça fluminense, o estado do Rio de Janeiro terá que desembolsar R$ 60 mil.
“Não bastasse a queda ocorrida em virtude da ausência da grade de segurança, restou demonstrado que após a queda não houve a devida investigação sobre possíveis sequelas, o que ocasionou a morte do paciente, de forma prematura”, disse a desembargadora.
De acordo com Vera, o auto do exame cadavérico apontou que a morte aconteceu por traumatismo craniano com hemorragia subdural produzido por ação contundente. Tal quadro comprovaria que houve negligencia do hospital e, logo, o dever jurídico de indenização.
Internado com um quadro de hipertensão, o marido de Jacilda Gomes sofreu uma queda na maca onde descansava durante a noite. O hematoma na cabeça resultante do acidente causou a morte do homem. Com informações da Assessoria de Comunicação do TJ-RJ.
http://www.conjur.com.br/2010-out-20/morte-paciente-queda-maca-gera-indenizacao-60-mil
Processo 0120822-74.2004.8.19.0001

Outro caso semelhante ao que aconteceu no Hospital de Jeremoabo.

Aposentada morre ao cair de maca em hospital


GooglePaciente morreu ao cair da maca
Paciente morreu ao cair da maca
Uma aposentada morreu no último domingo (27) após cair de uma maca na Santa Casa de Jacareí, a 75 km de São Paulo. A família acusa o hospital de negligência. A polícia abriu inquérito para apurar o caso.
De acordo com o delegado Thales Prado, responsável pela investigação, o resultado da necrópsia apontou que "a morte foi em decorrência da queda, que provocou traumatismo craniano". E, segundo o delegado, o médico pode ter de responder por crime: "Caso no inquérito policial for constatado que houve negligência do médico, ele será indiciado por homicídio culposo, quando não há intenção de matar", explica.
Internação
Dolores Cambre de Anon, de 78 anos, foi internada no setor de emergência da Santa Casa de Jacareí no sábado passado (26) para fazer uma lavagem intestinal.
A filha dela, Maria de Anon, conta que ficou esperando do lado de fora do hospital enquanto o procedimento era realizado. Às 15h, ela relata, o médico que estava de plantão a procurou para dar a notícia. "Ele disse que a lavagem tinha sido feita, mas teria acontecido um pequeno acidente. A minha mãe tinha caído da maca. Segundo o médico, ela já havia feito raio-x e o problema era superficial”, afirma Maria.
A filha de Dolores contou ainda que a mãe passou a noite em observação no hospital. No dia seguinte, com a troca de pessoal, um outro médico pediu exames de raio-x e tomografia. Por volta das 13h, ela morreu – cerca de 22 horas depois da queda. Maria Dolores acredita que houve negligência do médico que estava de plantão quando a mãe dela caiu da maca.
Fatalidade
Segundo Maria José da Silva, diretora da Secretaria de Saúde, o que aconteceu foi uma fatalidade. “Ela virou bruscamente e, por ser ‘gordinha’, o auxiliar não suportou o peso dela com o seu corpo”, disse a diretora, que afirma que todas as providências necessárias foram tomadas.
“O clínico geral já tinha tirado um raio-x da cabeça, e não apresentou nenhum problema. Ele solicitou também uma tomografia, mas infelizmente não deu tempo para fazer o exame”, completa a diretora da secretaria.

Fonte: G1

Nota da redação deste Blog - Aconteceu o crime é do interesse de todo mundo, independente de autorização.
Caso semelhante a este aconteceu recentemente no Hospital Municipal de Jeremoabo, só que nos demais locais agiram, e em Jeremoabo será que  medo irá continuar imperando.?
Levar ao conhecimento do público é " UTILIDADE PÚBLICA", para que não aconteça com outro ser humano.