Família Montalvao

Família Montalvao

sexta-feira, junho 30, 2017

O prefeito mente e o povo acredita ou então faz de conta que acredita.

Resultado de imagem para foto o explorador do povo


Estou repetindo uma matéria publicada em 25.11.2014, para através de fatos demonstrar como o povo de Jeremoabo não sei se por necessidade, falta de emprego, é enrolado, humilhado e desrespeitado pelos que perpetuaram-se no poder.

Qualquer pessoa com o mínimo de inteligência, que raciocina é sabedor que: " contra fatos não há argumentos".
Então qual é o fato?
O fato é que a enganação, a mentira, a falta de personalidade e o desrespeito ao cidadão, a Lei e a Justiça, vem desde 2010, quando o " tista de deda" assinou juntamente com o Ministério Público um " TAC", só que nem ele nem sues sucessores cumpriram.

Desde o ano de 2010 o povo de Jeremoabo que precisa trabalhar está sendo enganado; daí faço a pergunta: será que sendo massacrado durante mais de 07(sete)anos, ainda não acordou para entender que está acreditando mais numa mentira do que na verdade, na razão, ou por necessidade faz de conta que acredita como se fosse verdade?
Agora mais uma vez usando métodos fascistas, querem continuar mentindo para os iludidos, dizendo que a culpa das demissões que por sinal  a Justiça irá determinar, será dos vereadores da oposição.
Pegunto: quando no tempo de Spencer a Justiça determinou que demitisse os não concursados, a culpa foi de quem?
Leiam a matéria abaixo, olhem as fotos, e tirem suas conclusões, não com paixão irracional ou fanatismo, mas com a razão, com a verdade.


O jogo sujo e repetido do (des)governo de Jeremoabo versus a fraqueza do povo.

Lutaremos. O crime do agressor não deve ser atenuado!

Como a prefeita de Jeremoabo se acha acima da “lei”, e enquanto não provarem o contrário, baseado em seus atos nefastos e reincidentes respaldado na impunidade, a afirmativa infelizmente é verdadeira.
 Mais uma vez a “digníssima” irá repetir a malvadeza contra os servidores contratados pela prefeitura demitindo as vésperas do final do ano.
Na busca de angariar votos,  explora a fraqueza de quem precisa de emprego e não encontra na cidade,  aproveitando da fraqueza dos necessitados, para usar o emprego público como moeda de troca.
Estou sabendo que mais uma vez irá demitir os contratados e colocar no olho  da rua numa situação pior do que quando ingressaram na viúva.
Segundo fui informado além da perversidade ainda acrescenta a desumanidade, pois demite e ainda faz com que os mesmos fiquem trabalhando calados e sem receberem no aguardo da promessa de serem readmitidos no próximo ano.
Citarem como exemplo uma situação corriqueira: a grande maioria desses demitidos são forçados a trabalhar dezembro, janeiro e fevereiro, e quando tem a sorte de receberem o que é de direito, quando recebem são apenas os quinze dias de março.
Como  no (des)governo de Jeremoabo a história se repete, transcreverei o que publiquei, em outubro de 2011:

Esse filme de corrupção eu já vi!!! "L'Etat c'est moi" (O Estado sou eu)
Ao visitar o site de Ozildo Alves , deparei com o título: Mais de 300 contratatados deverão ser demitidos da Prefeitura de Jeremoabo.
Diante de tamanha pegadinha sem graça, me veio logo a lembrança de certa matéria que li no .( http://blogdofasoares.blogspot.com), apenas onde substituo “POBRE BRASIL!” por POBRE JEREMOABO.
”POBRE BRASIL!
O que estamos a assistir neste momento é a reprise de um filme de má qualidade protagonizado por um ator canastrão e coadjuvado por atores de quinta categoria. E, na platéia, a sociedade estática e perplexa assiste a tudo e ainda paga por isto. Boa parte dela aplaude o desempenho do ator principal. O problema é que a parte da platéia que já se deu conta da farsa parece não ter forças nem ânimo para reagir à péssima qualidade do espetáculo nem ao elevado preço do ingresso cobrado.(http://blogdofasoares.blogspot.com}”
Pois é, esse filme eu também já assisti, é uma reprise de péssima qualidade, e por coincidência ambos exibidos no mês de novembro ; a primeira exibição em 19.10.2010, sendo que o mais recente em 21.10.11 .
De uma caneta só Tista de Déda demite 500 comissionados e contratados
Divulgação

Bob Charles da Agencia de Notícias de Paulo Afonso (ANPA) com informação de Adalberto Moreno
Divulgação
O prefeito de Jeremoabo, João Batista Melo de Carvalho "Tista", fez publicar nessa segunda-feira, (18), um decreto a partir do qual exonera 500 servidores em cargo comissionado e contratado na administração municipal. Em entrevista ao programa Notícias da 106, na rádio Jeremoabo FM , o Procurador Geral do município Dr. Antonio Moura disse que as demissões foram em função de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), assinado na Promotoria Pública, onde o gestor se compromete a demitir todos os contratados e realizar concurso público, bem como para atender a faixa limite com pagamento de pessoal em função da Lei de Responsabilidade Fiscal. Mas os comissionados, reagindo à notícia, informam que ele demitiu todo mundo, menos os parentes dele, disse uma servidora, que não quis se identificar.”
Já agora em questão de tão pouco tempo vem a reprise, só que agora no site do Ozildo Alves, apenas com novo título, porém o conteúdo é o mesmo, senão vejamos:
21/10/11 19h01m - Paulo Afonso - BA
Mais de 300 contratatados deverão ser demitidos da Prefeitura de Jeremoabo


Por Tony Filho
jeremoaboagora.com.br
A prefeitura de Jeremoabo terá que demitir todos os funcionários contratados até o dia 31 de dezembro. A decisão aconteceu depois de uma reunião realizada ontem, 18, à tarde,no fórum Dr. Jonas de Carvalho Gomes, dirigida pelo Promotor da comarca de Jeremoabo, Dr. Leonardo de Almeida Bitencourt. O evento contou com as presenças do Prefeito João Batista Melo de Carvalho; do vice-prefeito Pedro Bonfim; do presidente da Câmara de Vereadores Antonio Chaves; dos secretários de Educação e Saúde, respectivamente Pedro Pereira da Silva Filho, e Dr. Risvaldo Varjão Junior; do Controlador Municipal Manoel José Varjão; da procuradora do município Dra. Michele Varjão; dos Vereadores Ana Josefina e Jairo Ribeiro Varjão, além dos representantes sindicais de Jeremoabo Rita Andrade (SINPROJER) e João Batista do Núcleo da APLB.
A exigência do ministério público é para a convocação dos concursados no último concurso público municipal e a demissão dos servidores contratados. Ficou acordado que até dezembro de 2011 serão chamados os concursados para preenchimento das vagas existentes. Especificamente para a educação ficou acertado que as nomeações só deverão ocorrer no final de dezembro e as posses dos concursados no final de janeiro de 2012.

Mais uma vez sou obrigado a dizer: “ Cada povo tem o  (des)governo que merece, pois é sabedor quem são esses profissionais da politicagem e continuam elegendo, é porque gosta de sofrer.