Família Montalvao

Família Montalvao

sexta-feira, junho 30, 2017

Demissão de contratados reacende esperança de abertura de concurso em Jeremoabo

Escrito por Luiz Brito DRT 3.913
Reprodução
A demissão de cerca de 500 terceirizados, contratados pela Prefeitura de Jeremoabo, reacende a esperança de quem espera um cargo por meio de concurso público. A decisão do Ministério público foi recebida com expectativa pelos jeremoabenses que padecem na fila dos desempregados. Um vereador de oposição ressaltou que 80% dos cargos da Casa são ocupados por funcionários comissionados e indicados por políticos. Antes mesmo da decisão da Justiça o secretário Marco Antonio "KODÓ" já havia anunciado que do pagamento relativo a este mes de junho seria retirada a comissão que vinha associada ao salário base. Acrescente se a isso que os demitidos estão saindo sem terem recebido em junho a primeira parcela  do 13 salário que corresponde a 50% do valor bruto.
O prazo para que a prefeitura cumpra o que determinou o MP não foi revelado. Até ontem 200 comissionados haviam sido demitidos. O prefeito interino Antonio Chaves até a manhã desta sexta-feira, 30, não havia se pronunciado sobre a decisão da Justiça.
Nota da redação deste Blog - Mais uma vez a população de Jeremoabo necessitando trabalhar para viver condignamente sem precisar de Bolsa Família, é enganado e chantageado pelos politiqueiros da localidade.
Não fazem concurso para tentarem ludibriar a Lei, e escravizar o cidadão que necessita de um emprego, 
Isso é uma chantagem, uma desonestidade, um tipo de escravidão, onde o emprego pago com o próprio dinheiro do povo, serve como moeda de compra de voto.
O emprego sem concurso, é um investimento, um pagamento adiantado da compra de voto.
Agora fiquem com os olhos abertos, para fiscalizar se o peixe grande também sairá nessa enxurrada.