Família Montalvao

Família Montalvao

quinta-feira, maio 11, 2017

Lula depõe a Moro por quase cinco horas: “Estou sendo julgado por um PowerPoint mentiroso”

d
Juiz e membros da força-tarefa da Lava Jato interrogaram o ex-presidente pela primeira vez. Depois do interrogatório, petista seguiu para a praça Santos Andrade, em Curitiba, onde manifestantes se concentram desde a manhã desta quarta-feira. Veja os vídeos
CONTINUE LENDO...

OUTROS DESTAQUES

s

Reforma trabalhista: o contexto da entrega

“O projeto deste governo claramente afirma a opção pela competitividade espúria da precarização, da insegurança, da flexibilização, do arrocho, do desmantelamento da construção institucional e regulatória promovida pelos sindicatos e pelo Estado”, diz o diretor-técnico do Dieese
Deputados festejam, alguns a caráter, aprovação que beneficia vaqueiros e empresários do setor

Câmara aprova em primeiro turno proposta que libera rodeios e vaquejadas

Matéria ainda precisa de outro turno de votação. Proposta não considera cruéis práticas desportivas que utilizem gado e animais de montaria, desde que registradas como manifestações culturais e bem de natureza imaterial pertencente ao patrimônio cultural brasileiro
“The Mona Lisa”

Fachin garante acesso de entidades a votações da reforma da Previdência

Decisão, no entanto, só vale para os membros da OAB, do Sindilegis e do Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário, entidades que apresentaram ao Supremo pedido de acesso

Isso é que é impunidade

De fato, o caso de Paulo Maluf é digno de figurar nas antologias de direito, como paradigma da Justiça que tarda e falha

NOTAS & INFORMAÇÕES

 

Inflação cai, risco permanece

Inflação domada, essencial para o planejamento de longo prazo, só será possível com segura correção das finanças públicas. Falta mobilizar muita gente, em Brasília, para esse objetivo
Mesmo que não seja casado no papel, o companheiro que provar a união estável terá direito à metade da herança do falecido

STF: união estável e casamento são iguais para herança, incluindo homoafetivos

Desta forma, mesmo que não seja casado no papel, o companheiro que provar a união estável terá direito à metade da herança do falecido, sendo o restante dividido entre os filhos ou pais, se houver

3 REFORMA

Proposta precisa de 308 votos e apreciação em dois turnos para ser aprovada  Foto: André Dusek/Estadão