Família Montalvao

Família Montalvao

segunda-feira, abril 17, 2017

Jeremoabo e Canapi, qualquer semelhança será mera coincidência.

Edição do dia 16/04/2017
16/04/2017 22h44 - Atualizado em 16/04/2017 23h02

'Laranjas' são vítimas de esquema que desviou R$ 27 milhões de Canapi (AL)

Cidade sofre com seca, mas quadrilha de ex-prefeito usou até carro-pipa para fraudar cofres públicos. A gente quer saber: Cadê o Dinheiro Que Tava Aqui?

Repórter Secreto do Fantástico mostra a triste vida de 'laranjas' que, na verdade, são vítimas de um esquema que desviou R$ 27 milhões de Canapi, no interior de Alagoas. A cidade é pobre e sofre muito com a seca, mas a quadrilha, comandada pelo ex-prefeito, usou até carro-pipa para fraudar os cofres públicos. A gente quer saber: Cadê o Dinheiro Que Tava Aqui?
http://g1.globo.com/fantastico/quadros/Cade-O-Dinheiro-Que-tava-Aqui/noticia/2017/04/laranjas-sao-vitimas-de-esquema-que-desviou-r-27-milhoes-de-canapi-al.html
Nota da redação deste Blog - Qualquer cidadão que saiba ler e escrever notará logo de primeira que existe bastante semelhança entre as irregularidades na prefeitura de Canapi e Jeremoabo, cuja única diferença é que em Alagoas as coisas são denunciadas e apuradas.
Citarei apenas algumas coincidências para que a população refresque a memória e relembre o que vem acontecendo em Jeremoabo durante esses dose anos de (des)governo.
Decretação de Estado de Emergência - Vem sendo decretado há quase 12 anos consecutivos.

Para que o cidadão jeremoabense relembre das trambicagens acontecidas, sugiro que efetue um levantamento de quantos milhões já foram gastos durante o período que o (des)governo vem gerindo os destinos do município, período de mais ou menos 12 anos:

Contratação de pessoal sem concurso público

Nepotismo

Gasolina

Contratação de Transporte Escolar

Contratação de transporte e coleta de lixo

Compra de areia LAVADA

Contratação de Escritório de advocacia sem Licitação

Pagamento a rádios

Despesas com alimentação alimentação

Despesas com Merenda Escolar de péssima qualidade, quando até banana podres serviram para os alunos

Fraude com recursos que vieram para a Saúde, denunciada, apurada e comprovada através auditória do TCU, denunciada ao MPF, a PF, ao Ministério público Estadual e vários Ministérios.

Para encerrar  cito as palavras do MPF-BA numa DENÚNCIA contra fraudes  em obras destinadas à reforma de 14 escolas no município relativa a   serviços de manutenção  a serem realizados em municipais em Jeremoabo, com recursos do programa federal Fundef.

O Ministério Público Federal pediu ao Tribunal Regional Federal da 1ª Região que os acusados respondam por crime de licitação e de responsabilidade, além do agravamento da pena, caso sejam condenados, pelo fato de os recursos desviados destinarem-se à educação de crianças e adolescentes de uma das regiões mais pobres do Brasil.
Nº judicial: 0042791-33.2011.4.01.0000"
 
Fonte: Ascom - PRR1