Família Montalvao

Família Montalvao

quinta-feira, abril 27, 2017

Câmara aprova proposta que permite que acordo entre empresas e sindicatos prevaleça sobre lei

Sob protestos contra a reforma trabalhista, governo conseguiu aprovação do texto com folga na Câmara
O texto foi aprovado com folga na Câmara. Mais de cem mudanças na CLT estão previstas no novo texto. A proposta ainda precisa ser aprovada pelo Senado e sancionada pelo presidente para começar a valer
CONTINUE LENDO...

OUTROS DESTAQUES

Por meio de seu porta voz, Temer agradeceu resultado da votação

Temer comemora e agradece aliados após aprovação da reforma trabalhista

Após a proclamação do resultado, o porta-voz da Presidência da República, Alexandre Parola, fez um pronunciamento à imprensa no Palácio do Planalto. Temer chegou a exonerar ministros para garantir aprovação da proposta
Durante protestos na Congresso, milhares de índios foram recebidos a gás lacrimogênio e balas de borracha

Paulinho Paiakã diz que ação da polícia contra protesto parecia “guerra” contra os índios

“Foram tiros, tantos tiros que deu na gente. Como se fosse guerra que já tava acontecendo contra o índio”, disse o líder do povo kaiapó sobre confronto da polícia com os índios no Congresso Nacional
d

Com mais de 80 “traições” na reforma trabalhista, governo não teria votos para aprovar a previdenciária

Projeto passou com 296 votos, 12 a menos do que o mínimo necessário para aprovação da reforma da Previdência. PSB, PP, SD, PMDB e PR foram os aliados que mais se posicionaram contra a reforma. Na oposição, houve apenas uma dissidência. Veja como cada legenda votou
Rodrigo Maia enfrentou protestos durante todo o dia em plenário

Reforma trabalhista: veja como os deputados votaram

Projeto que flexibiliza a legislação trabalhista é aprovado pelo Plenário da Câmara e segue para o Senado. Críticos da proposta veem nela o maior ataque aos direitos trabalhador brasileiro na história. Defensores afirmam que ela é importante para reduzir o desemprego


Partidos aliados do governo Temer registram traições durante votação

  • Placar foi 'muito satisfatório', afirma presidente