Família Montalvao

Família Montalvao

domingo, março 05, 2017

Vem eleição, passa eleição e do professor somente o voto.

Resultado de imagem para foto satirizando professor


Os professores são sempre os prejudicados


Início de 2017, nova esperança, tudo se renovando pelo menos é o que se desejava, mas na Educação de Jeremoabo nada de próspero e o que deixa todo mundo estarrecido é saber que a gestão do FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO BÁSICA- FUNDEB, dinheiro que é injetado mês a mês nesta cidade, não contempla os professores de forma justa e merecida. O Piso Nacional do Professores aumentou, todavia até hoje não se pagou o reajuste de janeiro, devem considerar que os docentes ganham bem (Até parece). Um salário sofrido como é o do professorado. É esse o compromisso que se tem com a Educação local, deixando os docentes sem reconhecimento e sem o merecido investimento. E os MILHÕES advindos do MEC- Esfera Federal da Educação, só chegando na minha terra querida.

É de conhecimento de todos que a ex-gestora de Jeremoabo, não assinou o termo de compromisso com qualidade da Educação para o seu novo mandato. O sindicato dos Professores – APLB  entregou o referido termo a todos os prefeituráveis antes das eleições , todos assinaram se comprometendo com a Educação, com exceção, a candidata impugnada pela Justiça, que naquele momento não deu a devida importância. Está ai agora, para se ver e se sentir o desapreço que a gestão apresenta para com o reconhecimento dos professores, uma continuidade através de um prefeito temporário, que não tem nenhum projeto de prefeito, nem foi eleito para tal função, um vereador que obteve pouquíssimos votos em comparação ao candidato a Prefeito deferido pela Justiça Eleitoral, Deri do Paloma, que obteve mais de NOVE MIL VOTOS.

Os docentes foram enganados quando foram convocados para uma Jornada Pedagógica na semana do dia 14 de fevereiro, onde iriam discutir os processos educacionais, no entanto terminou em  fiasco, pois foi cancelada logo após a abertura e até hoje não houve informação oficial a respeito do motivo da suspensão, diante disso o ano letivo vai ficando estreito. Acrescenta-se ainda que naquele encontro, serviram um lanche para os educadores de péssima qualidade, para não dizer, adoecedor, e todos sabem que esses lanches custam caro aos cofres públicos.

Os professores de Jeremoabo já não aguentam ver tantos desvios e má gestão do FUNDEB, logo clamam pelo olhar especial das autoridades deste município.


Autor: Vários professores que se acham prejudicados.



Pintadas: Professores fazem moção de repúdio a prefeito e criticam gestão
Foto: Divulgação
Docentes da rede municipal da cidade de Pintadas, na Bacia do Jacuípe, protocolaram nesta sexta-feira (3) uma Moção de Repúdio ao atual prefeito, Batista da Farmácia (DEM), e ao secretário de educação, Carlos Alberto Almeida, que também é vice-prefeito. Os professores reivindicam o pagamento de 1/3 de férias, além do piso nacional e a progressão horizontal. Eles afirmam que os direitos citados estão previstos em lei. Os docentes, que afirmam que a moção foi assinada por 60% da categoria, também acusam perseguição política a servidores da educação. As retaliações, continuam os professores, estão em ações como o não cumprimento de alocação dos servidores nos postos de origem previstos no concurso público; a desconsideração de laudos médicos que garantem o deslocamento de docentes da sala de aula para a parte técnica, bem com a locação de profissionais qualificados em funções diferentes das suas especializações. A categoria também critica a antecipação do ingresso dos alunos no ensino fundamental antes dos seis anos de idade, o que, segundo os docentes, desrespeita as Diretrizes Curriculares e pode resultar em consequências negativas na aprendizagem.