Família Montalvao

Família Montalvao

quarta-feira, março 08, 2017

Quando a administração municipal é competente tudo funciona


Resultado de imagem para foto de veiculos prefeitura de Jeremoabo



Hoje ao escutar o Jornal da Ilha primeira edição em Aracaju, veio logo em mente a minha sofrida Jeremoabo, lembrei-me daquele programa de TV primo rico.

Comparar o progresso, desenvolvimento e os recursos  de Itabaiana Sergipe, com Jeremoabo, é a mesma coisa que chamar Jesus a Genésio.

O atual prefeito de Itabaiana, segundo aquela emissora de rádio, do início da sua gestão agora em janeiro, já inaugurou quatro obras importantes para o município, tendo mais outra dezena em andamento. o pagamento dos funcionários são pagos adiantado.
O reporter fez a seguinte pergunta: porque a administração pública municipal em Itabaiana funciona e, em muitos outros municípios não ?

Imediatamento veio a resposta: porque o prefeito cortou cargos comissionados que só serviam como cabide de emprego, ou para beneficiar parentes e amigos, cortou veículos e gasolina para secretários.

E outra, agora irá haver a festa do caminhoneiro, o prefeito já se deslocou até várias secretárias do Estado, depois foi falar com o Presidente do Tribunal de Contas do Município e do Estado, onde disse: "nós iremos fazer a festa do CAMINHONEIRO, o município está em dias com o pagamento do funcionalismo, existe dinheiro em caixa para cobrir as necessidades da cidade, vim aqui para saber o que posso e o que não posso gastar nessa festa tradicional que iremos realizar.

Narrei esse exemplo para que o povo entenda a diferença entre um bom administrador, e um administrador incompetente que para iludir o povo fanático afunda um município

Observem que em Itabaiana  prefeitura não comprou veículos para secretários e outros passearem as custas da gasolina paga pelo povo. Já em Jeremoabo cidade que só anda com um pires na mão decretando ESTADO DE EMERGÊNCIA,  compra uma frota de veículos, e achando pouco, ainda aluga outra dezena de veículos particulares, onde nem os próprios vereadorse sabem por quanto, e onde está servindo..