Família Montalvao

Família Montalvao

segunda-feira, março 27, 2017

Para vereador fiscalizar não precisa ir para reunião em Paulo Afonso.

Vereadores de Jeremoabo assistem sessão da Câmara de Paulo Afonso

Luiz Brito com comunicação@cmpa.ba. gov.br ASCOM/CMPA - José Renaldo de Carvalho Silva.
Divulgação
Visando novos conhecimentos nas ações que os legisladores têm a cumprir os vereadores da cidade de Jeremoabo participaram da sessão ordinária da Câmara de Paulo Afonso, na manhã desta segunda-feira, 27, como forma de troca de experiências. "Todas as câmaras possuem seus próprios regimentos e cada presidente tem uma forma de governar seu período de presidência, mas a lei requer que cada um entenda a sua função e para isso a troca de conhecimento ajuda nas atitudes dos legisladores, ressaltou o presidente do Legislativo jeremoabense, Benedito Oliveira dos Santos (PSD), o Bino. A sessão Ordinária da Câmara Municipal de Paulo Afonso dessa segunda-feira (27) foi presidida pelo Vice- Presidente vereador Albério Faustino Farias (PT). O presidente Marcondes Francisco dos Santos (PSD), por motivo superior, esteve ausente da sessão. Outro vereador que não participou da hoje foi José Carlos Coelho, que contraiu matrimonio no último final de semana. Os vereadores da Câmara Municipal de Jeremoabo, que participaram da sessão foram os seguintes:
Anailta Silva Varjão (PSD), Antônio José dos Santos (PPS), (Presidente) Benedito Oliveira dos Santos (PSD), Carlos Henrique Dantas de Oliveira (PSD), Diosmar Araújo Gama (PSD) segundo secretário, Edriane Santana dos Santos (PSD) primeira Secretária, Genilson de Jesus Varjão (PMDB), Ivande dos Santos Silva (PP), Jairo Ribeiro Varjão (PP), José Matos Pereira (PMDB) e o Secretário Geral, Moises. Ana Josefina, Albertina é Manoel de Pedrinho, não vieram. 
Ao fazer usos da tribuna da Cãmara, o presidente Benedito Oliveira agradeceu o convite enviado e  disse que gostaria de receber a visita  parlamentares pauloafonsinos  em uma das sessões da Câmara Jeremaobense. Em um trecho de sua fala, Bino  fez referência  a Br. 235, Consórcio de Saúde, UTI e o convívio entre vereadores da situação e oposição na Câmara de Jeremoabo.

Nota da redação deste Blog - O passeio e as diárias talvez tenham sido boas, no entanto, o mínimo que  a população de Jeremoabo exige é elementar, qualquer pessoa leiga, que não sabe ler nem escrever entente, que é FISCALIZAR..
Para o vereador rejeitar uma conta fraudulenta, ilegal e imoral, não precisa se deslocar de Jeremoabo para ir a reunião em Paulo Afonso, trata-se de uma ação muito simples, basta seguir a determinação da Lei.
O povo já começou a acordar, não aceita mais ser enganado, humilhado e manipulado, já começou a agir por enquanto com vaias contra os maus políticos que são conta o trabalhador,
 Senhores vereadores entendam que o voto é uma procuração que é outorgada a alguém que queremos que nos represente dignamente para exercer um papel que doravante seria nosso para dirigir e tomar decisões pelo município.
O que o senhores fazem de contra que não enxergam, o povo de Jeremoabo de muito tempo vem enxergando, só que agora já ultrapassou todos os limites, principalmente o nepotismo, a contratação sem concurso público, a criação de cargos sem necessidade, o desrespeito aos pedagogos de Jeremoabo, as contratações irregulares sem licitação, as gastanças desenfreadas, e muitas outras anomalias e improbidade já de conhecimento dos senhores.

Portanto senhores vereadores, para tudo existe um limite, e o limite da paciência do povo de Jeremoabo já extrapolou.
A única esperança é que os senhores cumpram com sua obrigação e fiscalizem a coisa pública.


                                                ACORDA JEREMOABO

..