Família Montalvao

Família Montalvao

sexta-feira, fevereiro 24, 2017

Jeremoabo não tem doutor que dê jeito



Depois que    os capuchinhos amaldiçoaram Jeremoabo, nunca mais a cidade foi a mesma, prospera e tranquila.
O prefeito interino ainda bem não sentou na cadeira de gestor interino ou provisório, já comete dois absurdos gritantes.
O primeiro absurdo comprar R$ 108.000,00(cento e oito mil reais) de areia lavada, talvez esse seja o motivo dos calçamentos serem alérgicos á água, se desmancham logo.

O segundo é que numa prefeitura com uma empresa terceirizada contratada para prestar assessoria contábil, com uma equipe especializada da propria prefeitura em licitação e controladoria, com tantos advogados, ainda contratar uma pessoa  "  para prestar consultoria na área de licitações e contratos administrativos, visando orientar a Comissão Permanente de Licitação...", contratação essa num valor global de R$ 72.000.00 (setenta e dois mil reais)..


Por mais boa vontade que tenha, não consigo entender como um subprocurador da prefeitura, profissional que há muitos anos vem exercendo também o função de Presidente da Copel, estou me referindo ao advogado Alex Macedo de Oliveira, precise de um auxiliar ou substituto, principalmente agora que o Brasil vem enfrentando uma crise moral e financeira sem precedentes, onde fecha bancos, demite funcionários, obriga todos os órgãos públicos a racionar desprezas, e Jeremoabo na contramão da história admite tanto com cartas convites, como por nomeações em cargos comissionados.
É lamentável que Jeremoabo precisando de tantas coisas mais importantes como o assalto do caminho do hospital e muitas outras,  o prefeito interino compre cento e oito mil reais de areia lavada.
Nos grupos do  ZAP existe uma Jovem Chama MARTA VARJÃO, que tenta a todo custo fazer que os componenres acredite no impossível, que a ex-Prefeita Anabel foi a melhor gestora de Jeremoabo.
Sem exagero senhorita Marta Varjão, até que concordo com você dizendo: na interinidade que  o município de Jeremoabo se encontra hoje, " ruim com Anabel, pior sem ela".
Só que essa situação que o Município enfrenta foi preparada, calculada e executada pela candidata sem registro Anabel.

Não tem para onde correr, quando os capuchinhos amaldiçoaram Jeremoabo dizendo que o município só cresceria como rabo de cavalo para baixo, não foi pegadinha, foi para valer.