Família Montalvao

Família Montalvao

quinta-feira, janeiro 26, 2017

Sob o signo da verdade e da liberdade

Resultado de imagem para foto se gritar pega ladrão.

Ontem publiquei uma matéria intitulada :   A PODRE POLÍTICA DE JEREMOABO(http://dedemontalvao.blogspot.com.br/2017/01/a-podre-politicagem-de-jeremoabo.html), não demorou muito para que alguém se manifestasse a respeito do assunto.
De antemão agradeço a participação desse nosso íntegro leitor, pessoa de bem e conceituada, que enviou o seguinte comentário:

" Acrescente, você não lembrou  Lula e Spencer, foram os únicos que não fizeram uma obra sequer e, além disso, Lula foi o único que admitiu que o sogro, sogra e cunhado pudessem participar ao mesmo de licitação para recuperação de prédios escolares.(sic...)..

Passo a responder:

Espedito Lima, o ilustre  "Seu DI", postou um artigo no Facebook intitulado " CRONOLOGIA POLÍTICA (JEREMOABO) – Espedito Lima".
Achei o assunto interessante instrutivo e fiz um comentário transformado em matéria para o Blog.
Trilhei pelo caminho de que " rouba mas faz", é pensamento e atitude superada condenada por qualquer cidadão de bem, portanto, para o nosso pensamento, seguimos o caminho de distinguir durante  cronologia política, dos últimos 28 (vinte e oito) anos - 08 (oito)- eleições, quais foram os administradores probos, os  " fichas Limpas".

Citei Lula e explico porque:

Efetuei uma pesquisa nos sites da Justiça Federal e Justiça Estadual, onde durante o período acima citado, o único administrador Municipal de Jeremoabo, que saiu limpo, sem ter nenhuma conta a acertar na justiça por improbidade administrativa,chama-se Lula de Dalvinho.

Digo isso por uma questão de justiça, acredito que há mais de 05(cinco)anos não tenho contato com Lula, inclusive quando ele esteve Secretário de Agricultura fiz duras críticas ao mesmo, que após uma apuração bem acurada, confesso que em parte foram exageradas.

Neste Blog postamos todo e qualquer tipo de assunto sério, não importando contra quem, a única coisa que exigimos são  dados e provas concretas.