Família Montalvao

Família Montalvao

segunda-feira, dezembro 12, 2016

Governo Temer termina com ele ainda no cargo
O governo Temer começou a terminar neste domingo, 11 de dezembro de 2016, quando o presidente da República esboçou sua reação à delação coletiva da Odebrecht. De saída, concluiu que nada justifica a demissão de auxiliares como Eliseu Padilha e Moreira Franco. Não se deu conta de que nada, neste caso, é uma palavra que ultrapassa tudo. De resto, Temer estimulou aliados a questionarem o vazamento de delação ainda não homologada pela Justiça. Ficou entendido que, incapaz de curar a doença, opera para esconder a radiografia. http://uol.com/bhjWhL

O governo Temer começou a terminar neste domingo, 11 de dezembro de 2016, quando o presidente da República esboçou sua reação à delação coletiva da Odebrecht. De saída, concluiu que nada ...
JOSIASDESOUZA.BLOGOSFERA.UOL.COM.BR|POR BLOG DO JOSIAS
Diário do Poder compartilhou um link.
1 h

A presença do filho de Lula no Uruguai somente foi revelada depois que ele já estava no país e com contrato assinado no clube.
DIARIODOPODER.COM.BR
FCS Brasil
8 h
Caindo a casa para todos na Lava Jato>>>

De fato, a casa caiu para todos. Lava Jato: Temer também acaba delatado no Petrolão, inclusive, enrolado com a Friboi
FOLHACENTROSUL.COM.BR
Temer, Padilha e Moreira Franco são mencionados na delação.
Folha Digital compartilhou um link.
16 h

O vazamento do depoimento da delação de um dos executivos da empresa Odebrecht, Cláudio Melo, incomodou o Rodrigo Janot, Procurador-Geral da República. Janot declarou através de nota que vai mandar apurar a responsabilidade pelo vazamento
BRASILVERDEAMARELO.COM|POR BRASIL VERDE AMARELO
A vantagem de Marina.

Receba nosso conteúdo exclusivo* em seu e-mail. Artigos escritos por Mario Sabino, Diogo Mainardi e convidados. Basta inserir seu email no campo abaixo, gratuitamente.
OANTAGONISTA.COM
VEJA
11 h
Nem só de delação da Odebrecht, reunião de emergência e popularidade em queda foi feito o domingo do presidente #VEJA
Painel - Folha de S.Paulo compartilhou um link.
5 min
A delação premiada de Leandro Azevedo, superintendente da Odebrecht no Rio, envolve os nomes das principais lideranças políticas do estado.

Lewandowski expediu três mandados de Prisão, Aécio, Collor e Sarney na cadeia
FOLHA.DIGITAL|POR ANNY GREGO
Desconfiança em relação aos representantes eleitos em 2014 para Câmara e Senado é profunda.

35,1% dizem ser favoráveis a intervenção militar provisória
PODER360.COM.BR
Também teve Padilha e Moreira Franco
Legislam em causa própria?
Foi em uma carta à universidade alemã que convidou Moro para uma palestra.
"Espetáculo deprimente oferecido pelo Subpremo. Será que não tem vergonha da própria subserviência? Será que os guardiões da Constituição poderão explicar essa decisão?[...]"

Publicado 8 de dezembro de 2016 Em Açoite, Destaques Rogerio Cerqueira Leite
ROGERIOCERQUEIRALEITE.COM.BR|POR ROGÉRIO CERQUEIRA LEITE
O ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha, irá conversar sobre o assunto com o presidente.
Foto: Agência Brasil

Preocupado com o impacto das delações da Odebrecht, o presidente Michel Temer convocou nesta noite uma reunião de emergência em Brasília, no Palácio...
HOJEEMDIA.COM.BR

Diário do Poder compartilhou um link.
38 min
A decisão da Primeira Turma, ainda pendente de confirmação no plenário, fortaleceu os defensores da liberação do aborto.
DIARIODOPODER.COM.BR
Brasil na Lava Jato
8 h
O senador Alvaro Dias (PV-PR) disse que a situação em Brasília chegou a um nível caótico
Em debate no Senado nesta sexta-feira(10) o senador Lindbergh Farias (PT) diz que o presidente Renan Calheiros está rasgando o regimento interno da Casa. No…
MUDANCADEPARADIGMAS.COM