Família Montalvao

Família Montalvao

segunda-feira, outubro 03, 2016

Talvez Jeremoabo seja a única cidade do planeta onde uma candidata a prefeita sem registro tem os votos anulados, e faz festa dizendo que ganhou a eleição.

, 
Essa talvez nem Freud consiga explicar, pois trata-se de um caso para algum paranormal ou mesmo um exorcista.
A candidata a prefeita de Jeremoabo disputou as eleições com o registro indeferido, portanto por sua conta e risco.
Acontece que seus votos foram considerado nulos, ficando na dependência de recursos, com grande possibilidades de não lograr exito devido a Sumula Vinculante 06 do TSE.
Mesmo assim. a mesma conseguir transmitir para seus eleitores que estava eleita, onde além de discursos fizeram até festas.
O pior de tudo isso é que não só o povo humilde desprovido de cultura caíram nesse golpe, neste estelionato prós eleitoral, mas  até gente portadora de curso universitário. 
Devido a esse ato de persuasão e enganação, a candidata a prefeita sem registro, conseguir fazer com que seu eleitores acreditassem e afirmasse, que contra fatos há argumentos, e que "dois mais dois é igual a cinco" ("2 + 2 = 5").
Para entender qual o poder que os profissionais da politicagem sempre ganham eleições através da mentiras, apelei para Thomas Sowell , um dos mais influentes economistas americanos, é membro sênior da Hoover Institution da Universidade de Stanford em : 
Políticos mentem porque a população se sente melhor assim.
O fato de que muitos políticos de carreira são mentirosos descarados e compulsivos não é apenas uma característica inerente à classe política; é também um reflexo do eleitorado. Quando as pessoas querem o impossível, somente os mentirosos demagogos podem satisfazê-las.  
Porém, quando a realidade se impõe e os efeitos econômicos de medidas populistas começam a cobrar seu preço, os eleitores finalmente percebem que foram enganados.  E então começam a reclamar que os demagogos os enganaram e venderam ilusões.
Essas pessoas são as mesmas que, no passado, não apenas acreditaram piamente nas promessas dos demagogos, como também ignoraram rispidamente todos os alertas, feitos pelos mais sensatos, de que determinadas políticas populistas eram insustentáveis e cobrariam um preço caro no futuro. 
Pessoas que se recusam a aceitar verdades desagradáveis quando estas são ditas em épocas de bonança não têm direito de, no futuro, reclamar que os políticos mentiram e que elas foram enganadas.  Afinal, com essa mentalidade, que outro tipo de candidato essas pessoas elegeriam?
Uma das principais mentiras do estado assistencialista é a noção de que o governo pode dar às pessoas coisas que elas desejam, mas que não podem bancar.  Dado que o governo não produz riqueza, não tem renda própria e se mantém por meio do confisco de recursos das pessoas, então, por uma questão de lógica, se as pessoas como um todo não podem bancar algo, tampouco pode o governo.
Se você vota em políticos que prometeram dar a você benesses pagas com o dinheiro confiscado de terceiros, então você não tem nenhum direito de reclamar quando esses mesmos políticos resolverem tomar o seu dinheiro para repassá-lo para terceiros, inclusive para eles próprios." http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=2129
Só que a mentira da candidata a prefeita sem registro tem prazo de validade, que se expirara em dezembro, no julgamento do seu recurso, ou então na diplomação do prefeito eleito DERI DO PALOMA.