Família Montalvao

Família Montalvao

domingo, agosto 28, 2016

O sobe e desce do legado econômico de Dilma

dilmalulamarquesagpt1
Inflação e desemprego em alta, PIB e renda em baixa, Petrobras com prejuízo recorde. Dilma corre o risco de ser a primeira presidente desde a redemocratização a deixar de herança situação econômica pior do que a recebida de antecessor
Continue Lendo...
 
O palco: Dilma falará pela primeira vez no Congresso depois de iniciado o impeachment

Parlamentares pró e contra impeachment traçam estratégias na véspera da ida de Dilma ao Senado

Senadores da base aliada ao presidente interino Michel Temer, favoráveis ao impeachment, reúnem-se na liderança do PSDB no Senado. Expectativa é de que Lula, que se reuniu na sexta-feira com Dilma, retorne a Brasília para ajudar na defesa da sucessora

João Havelange – Homenagens e suspeitas contra o ex-presidente da Fifa

Autor reprova tributos, póstumos ou não, a dirigentes como o brasileiro que por décadas comandou o futebol. “No interior da sede da Conmebol, li o nome das salas. O primeiro impulso que tive foi o de sair dali, de dizer a todos que me negava a permanecer em um ambiente no qual um corrupto é homenageado”
Senadores encerraram a fase de depoimentos, pausam no domingo e reativam trabalhos no dia seguinte, com a defesa presencial de Dilma

Impeachment: etapa de testemunhas termina após 12 horas de sessão; Dilma falará na 2ª

Último a depor nesta fase foi o professor de Direito Tributário Ricardo Lodi, para quem o TCU recomendou a reprovação das contas da presidente afastada por atos que não eram considerados irregulares. “Quando foram editados os decretos, esse entendimento não existia”
“Triste ironia”: Brasil queria fim da corrupção, mas vê “corruptos” articularem impeachment, diz jornal

Le Monde menciona Congresso em Foco em editorial sobre impeachment

Um dos principais jornais do mundo menciona reportagem deste site sobre processos de parlamentares no STF. Jornal francês condena impeachment: “Se esse não é um golpe de Estado, é no mínimo uma farsa. E as verdadeiras vítimas dessa tragicomédia política infelizmente são os brasileiros”, conclui o editorial. Leia a íntegra

Impeachment: além de Lula, Dilma levará mais de 20 convidados à sessão em que se defenderá no Senado

 Apartamento de Lula era parte de propina, diz empresário

Aposentadoria até dezembro pode render atrasados de R$ 26 mil

Espera pelo atendimento em agências da Previdência gera dinheiro extra para o trabalhador que quer se aposentar


Isabeli Fontana estampa catálogo de lingerie Sálua Hanze mostra a mostarda chinesa (à esq.) e o bok choy Jose da Silva filho, 71 anos, é o último taquareiro da rua Riachuelo na Sé
Torcedores do São Paulo invadiram o CT e agrediram jogadores do clube Crise fez a aposentada Gleusa Freitas repensar as compras Polícia apreende 250 tijolos de maconha na zona sul



Lewandowski e a baixaria dos juízes do Senado

Lewandowski pediu uma “forma cortês” de falar. Mas o que se viu foi uma baixaria digna dos piores BBBs

Por Ruth de Aquino - revista Época - 27/08/2016 - 21:10:22

Começou mal o julgamento do impeachment da presidente Dilma Rousseff, acusada de crimes de responsabilidade fiscal que contribuíram para jogar o Brasil no atual descalabro econômico. A baixaria explícita se instalou na Casa mais alta de nossa República. Era de esperar. Suas Excelências se acham acima do bem e do mal e transformam um julgamento histórico em briga de rua. Leia mais

Michel quer ser elegante com Dilma na saída

Dilma x Temer

Por Helena Chagas - os divergentes - 27/08/2016 - 18:59:59
Pode sempre haver alguém disposto a contestar ou criar confusão, mas já existe hoje um consenso entre as forças políticas de que a presidente Dilma Rousseff, uma vez afastada definitivamente pelo Senado, terá direito a todas as prerrogativas de ex-presidentes da República. Assim como José Sarney, Fernando Collor, Fernando Henrique e Luiz Inácio Lula da Silva, terá direito a oito funcionários – quatro para segurança e apoio, dois motoristas e dois DAS 5 – e a dois carros. Ex-presidentes não têm pensão nem salário.


Apesar de alguns terem questionado que, por sofrer impeachment, Dilma não teria direito às prerrogativas de ex-presidente, o argumento foi derrubado. Leia mais