sábado, agosto 20, 2016

Citação em delação premiada de Léo Pinheiro levanta suspeitas sobre Dias Toffoli

Pinheiro(OAS) erá íntimo de ministros dos tribunais superiores
Robson Bonin, Thiago Bronzatto e Rodrigo Rangel
Veja
###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGAs relações entre o ministro e o empreiteiro existem desde 2012, pelo menos, quando Pinheiro é lembrado por um assessor a respeito de um presente de aniversário para Toffoli. Em agosto de 2013, Léo Pinheiro menciona uma reunião com Toffoli em Brasília sobre o “assunto dos aviões”. Na mesma data, Pinheiro indaga a um executivo da OAS sobre uma mensagem a respeito de Toffoli: “Vou precisar do material para AGU”. Antes de se tornar ministro do Supremo, Toffoli foi advogado do PT e chefiou a AGU, a Advocacia-Geral da União, onde deixou valiosos contatos. Em 13 de novembro de 2014, sem saber que seria preso pela PF horas depois, Pinheiro trocou mensagens com um amigo, o ministro Benedito Gonçalves, do Superior Tribunal de Justiça (STJ). “Estou indo para a África na segunda. Você vai ao aniversário do ministro Toffoli no domingo?” Benedito respondeu que ainda não sabia se compareceria à festa. O ministro do STJ então marcou encontros com Pinheiro no Rio de Janeiro e São Paulo, mas a prisão impediu o presidente da OAS de comparecer. Segundo a revista Veja, existia uma relação escabrosamente promíscua do empreiteiro com Benedito Gonçalves. Quanto à proximidade de Toffoli com o então presidente da OAS, agora levanta-se também suspeita sobre o voto do ministro do Supremo, em abril do ano passado, que foi  decisivo no julgamento do habeas corpus do empreiteiro Ricardo Pessoa, da UTC, benefício estendido a Léo Pinheiro. (C.N.)

Legado de Lula, de Dilma e do PT foi a desmoralização das esquerdas no Brasil

Charge do Alpino, reprodução do Yahoo
Carlos Newton

PSDB imita os trapalhões na corrida pela sucessão de 2018

Charge do Cazo (carlosaraujoilustrador.blogspot.com)
Carlos Chagas

Bittar diz que mandou fazer as obras no sítio de Atibaia, mas há controvérsias

Em Atibaia, sítio da família Lula virou “point” de manifestações
Julia Affonso, Fausto Macedo e Ricardo Brandt
Estadão
###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Com esse depoimento, a situação de Fernando Bittar se complica. Será fatalmente incriminado como cúmplice em lavagem de dinheiro. Suas informações não batem. A força-tarefa não terá a menor dificuldade para denunciá-lo. Lula nunca levou para o sítio o “acervo presidencial”, que justificaria a reforma. A única coisa que Lula levou foi parte das garrafas de bebidas que trouxe de Brasília. Além disso, Bittar não pagou nenhuma das reformas nem a modernização da cozinha, encomendada por Marisa Léticia diretamente à OAS, com equipamentos iguais aos instalados na cozinha do triplex em Guarujá, mas foi só coincidência, é claro. A quantidade de furos no depoimento de Bittar é enorme. Além disso, seu irmão Kalil Bittar já entregou que Lula é o dono sítio em Atibaia: “Estou na casa daquela acumuladora chamada Marisa Letícia”, disse Kalil, num telefonema que foi grampeado.    (C.N.)

Whatsapp, privacidade e autoritarismo

Mauro Santayana
(RBA – Revista do Brasil)

Entenda por que foi concedido patrocínio militar para tantos atletas  

Thiago Braz, medalha de ouro, bate continência na  premiação
Bernardo Mello Franco
Folha

Lula diz à BBC que todas as acusações contra ele, Dilma e o PT são “inventadas”

Lula critica a imprensa brasileira e elogia a estrangeira
Deu na Folha
(BBC Brasil)

Presença de Dilma no Senado legitimará o processo de impeachment

Líder do PSDB diz que senadores não ficarão constrangidos
José Carlos Werneck

No desespero, senadores do PT vão “treinar” Dilma para o debate do impeachment

Humberto Costa é o líder do PT no Senado
Paulo Rocha e Humberto Costa querem “treinar” Dilma
Deu em O Tempo
(Agência Estado)
###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
As declarações do senador Humberto Costa são contraditórias. Se a presidente Dilma Rousseff está “preparada” para enfrentar os senadores que defendem o impeachment, conforme Costa afirmou, por que a bancada do PT resolveu “treiná-la” antes da sessão do Senado? É claro que Dilma, embora seja uma mulher sapiens, não está e jamais estará preparada para esse tipo de embate com as raposas felpudas no plenário do Senado, que, como dizia Darcy Ribeiro, é “uma espécie de paraíso na Terra”. Podem treinar Dilma à vontade, porque isso não mudará nada. Ela vai continuar falando em “dilmês” e certamente levará a platéia ao delírio. (C.N.)
 
Estadão

 Diego Padgurschi/Folhapress

o lado b da olimpíada

Casal é observado se beijando em Copacabana; ensaio retrata os bastidores do Rio no Jogos



Tribunais de contas reagem a decisão que afeta Ficha Limpa

Supremo estabelece que apenas Câmaras Municipais podem julgar contas de prefeitos