Família Montalvao

Família Montalvao

terça-feira, junho 21, 2016

Em mais de 80 países, homossexualidade é crime

leg
Segundo levantamento de entidade internacional, 13 nações punem homossexuais com pena de morte. Mais de 70 países condenam gays com prisão
Continue Lendo...
 

Cunha pede ao STF para se defender de cassação em plenário

Presidente afastado da Câmara foi abandonado pela ampla maioria da tropa de choque – poucos apareceram na reunião por ele marcada para esta segunda-feira. Peemedebista promete para amanhã mais um pronunciamento para se defender


Collor xinga Janot e oferece solidariedade' a Heráclito em festa

O deputado do PSB é acusado pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado de ter pedido propina no esquema do petrolão

Estadão conteúdo - 20/06/2016 - 10:51:36
A delação premiada do ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado esquentou a temporada de festas juninas políticas de Brasília. Na fria noite deste sábado, o deputado Heráclito Fortes (PSB-PI), um dos acusados de pedir propina por Machado, recebeu cerca de quatrocentas pessoas na casa da filha no Lago Sul, em uma festa de proporções maiúsculas. O presidente da República interino, Michel Temer (PMDB), esperado no arraial, desmarcou de última hora e ficou em São Paulo com o filho Michelzinho. O centro das atenções, então, virou o ex-presidente e senador Fernando Collor de Mello (PTC-AL), alvo da Operação Lava Jato. Leia mais


Renan, vá catar coquinho

Renan Calheiros

Por Andrei Meireles - Os divergentes - 19/06/2016 - 21:58:02

Pelo que li na internet, o popular “manda quem pode, obedece quem tem juízo” é mais um dos impagáveis provérbios portugueses. Vem bem a calhar para a atual situação político-institucional do país. Acuados pelo avanço da Operação Lava Jato, caciques políticos imaginam que ainda dispõem de forças para controlar o processo. Leia mais
 
delação premiada do ex-deputado Pedro Corrêa

As histórias que comprometem Dilma Rousseff na delação de Pedro Corrêa

Ex-deputado narra um encontro de Dilma com Paulo Roberto Costa e a cúpula do PP, os pedidos de dinheiro e apoio político da petista na campanha de 2010 e esquemas de propina no período em que era a 'mãe do PAC'

Por Robson Bonin - revista veja - 18/06/2016 - 00:06:45

Afastada do cargo desde que o Senado determinou a abertura do processo de impeachment, a presidente Dilma Rousseff é uma das grandes estrelas da delação premiada do ex-deputado Pedro Corrêa. Ex-presidente do Partido Progressista, Corrêa narra uma profusão de episódios de corrupção envolvendo a petista que, analisados em conjunto e se confirmadas, implodem de vez a imagem da presidente imaculada e incorruptível. Leia mais



Rapha Andrade é conhecida como a DJ Gata Homem caminha entre cobertores na região central Faixa na frente de loja na avenida Mateo Bei, em São Mateus (zona leste)
Fábio Henrique Vieira mostra a tampa quebrada na Radial Leste Imigrante trabalha em oficina em Aricanduva (zona leste) O técnico Tite cumprimenta o presidente da CBF, Marco Polo Del Nero

Odebrecht admitirá que controlava pessoalmente caixa dois para Dilma

Ex-presidente do grupo, Marcelo deve dizer em delação que não considerava crime o pagamento, por ser parte da cultura política do país; petista nega repasse não declarado
'FILHOS DA P...'

Delator Sérgio Machado xinga ministros do STF em gravações 


Operação Turbulência: PF cumpre quatro de cinco mandados de prisão

Operação Turbulência: PF cumpre quatro de cinco mandados de prisão
Foto: Divulgação / PF

Cunha entra com habeas corpus para poder voltar a frequentar Câmara

por Isadora Peron e Gustavo Aguiar | Estadão Conteúdo
Cunha entra com habeas corpus para poder voltar a frequentar Câmara
Foto: Lula Marques / Agência PT

Ilhéus: Avião colide com urubu antes de aterrizar e passageiros tomam susto

 Ilhéus: Avião colide com urubu antes de aterrizar e passageiros tomam susto
Foto: Reprodução / O Tabuleiro

Planaltino: Câmara mantém parecer do TCM e rejeita contas do prefeito

Planaltino: Câmara mantém parecer do TCM e rejeita contas do prefeito
Foto: Reprodução / Blog Marcos Frahm

'Banco da propina' da Odebrecht girou US$ 1,6 bi, aponta delator

por Fausto Macedo, Julia Affonso, Mateus Coutinho e Ricardo Brandt | EC
'Banco da propina' da Odebrecht girou US$ 1,6 bi, aponta delator
Foto: Cicero Rodrigues/ World Economic Forum