Família Montalvao

Família Montalvao

sexta-feira, junho 17, 2016

A prefeita só não trará boas bandas para Jeremoabo se não quizer, apoio oficial é que não falta.

Edital seleciona 92 prefeituras que receberão apoio para fazer São João e São Pedro

Edital seleciona 92 prefeituras que receberão apoio para fazer São João e São Pedro
Foto: Reprodução / Bahia Prime
Ao todo, 92 municípios baianos vão receber apoio do governo do Estado, via Bahiatursa, para realização de festejos juninos deste ano. A relação das cidades foi publicada na edição do Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (16). As cidades participaram da seleção de projetos para os festejos de São João e São Pedro, parte integrante do projeto São João da Bahia e Demais Festas Juninas 2016. Segundo o superintendente Diogo Medrado, “grande parte dos municípios baianos se movimenta para os festejos, que ocorrem praticamente durante todo o mês de junho. E o governo do estado, por meio da Bahiatursa, não poderia deixar de apoiar as cidades onde acontecem as manifestações mais tradicionais e espontâneas e contribuir, assim, para o aumento do fluxo turístico na Bahia”, disse. Os municípios contemplados são: Abaíra, Amargosa, Andaraí, Anguera, Antonio Gonçalves, Arataca, Baixa Grande, Banzaê, Barra, Barra Da Estiva, Barra Do Rocha, Bom Jesus Da Lapa, Brotas de Macaúbas, Cachoeira, Caculé, Cairu, Canápolis, Capim Grosso, Carinhanha, Catu, Condeúba, Contendas do Sincorá, Coração de Maria, Coribe, Cruz das Almas, Dias D’ávila, Dom Basílio, Dom Macedo Costa, Euclides da Cunha, Feira de Santana, Gandu, Guajeru, Guanambi, Heliópolis, Ibipitanga, Ibirapuã, Ibirataia, Igaporã, Igrapiúna, Ipirá, Irajuba, Iraquara, Irecê, Itaberaba, Itaetê, Itagibá, Itanhém, Itaquara, Itatim, Itiruçu, Jaguaquara, Jaguarari, Jeremoabo, Jucuruçu, Lafaiete Coutinho, Lagedo do Tabocal, Lapão, Lençóis, Luis Eduardo Magalhães, Madre de Deus, Malhada, Maracás, Maragojipe, Mata de São João, Matina, Miguel Calmon, Mortugaba, Muniz Ferreira, Nova Fátima, Ouriçangas, Paulo Afonso, Pé de Serra, Piatã, Pindobaçu, Planaltino, Prado, Presidente Jânio Quadros, Presidente Tancredo Neves, Riachão do Jacuípe, Santo Antônio De Jesus, São Félix do Coribe, São Gabriel, Sapeaçu, Sátiro Dias, Saúde, Teixeira de Freias, Terra Nova, Tucano, Ubaíra, Uma, Utinga e Valente.
Enquanto isso observem a diferença de uma cidade onde os vereadores trabalham, cumprem com suas obrigações, para Jeremoabo, onde  os vereadores só são competentes para pedirem votos.

Itagi: Vereadora denuncia prefeito ao MPF por apropriação indébita Previdenciária Social

Itagi: Vereadora denuncia prefeito ao MPF por apropriação indébita Previdenciária Social
Foto: Reprodução / Neilton Brito
A vereadora do município de Itagi, Médio Rio de Contas, Maria Lúcia Sales dos Santos (PDT), apresentou denúncia, ao Ministério Público Federal (MPF) local, contra o prefeito, Railton de Oliveira Ramos (PT). A enuncia encaminhada ao órgão no último dia 1º de junho reúne documentos oficiais que apontariam que o gestor estaria informando valores pagos da Previdência Social e FGTS dos servidores municipais abaixo do valor real. “O prefeito paga o valor salarial integral e desconta dos funcionários, mas informa valores referentes à Previdência bem menores, nas guias (GFIP) e no (CNIS) Cadastro nacional de Informações Sociais, desde o ano de 2012”, explicou Maria Lúcia ao site Jequié Repórter. Ela também afirma que alguns funcionários estão sendo lesados em mais de R$ 300,00 por mês, o que compromete as suas aposentadorias, uma licença maternidade e até uma licença em um caso de afastamento por doença. No documento, a vereadora ainda argumenta que o caso deveria ser encaminhado à Polícia Federal, por se tratar de verba federal com apropriação indébita previdenciária. A reportagem do Bahia Notícias tentou contato com Ramos, mas não obteve êxito até a publicação dessa nota.
Nota da redação deste Blog - Já em Jeremoabo, o TCM-BA, rejeita as contas por apropriação indébita de recursos do INSS, e a Câmara de vereadores presenteia essa atitude ilícita, aprovando as ditas contas

Irecê: Vereador denuncia presidente da Câmara por gastos com escritório de advocacia

Irecê: Vereador denuncia presidente da Câmara por gastos com escritório de advocacia
Foto: Divulgação
O vereador Léo da Unibel (PSDB), do município de Irecê, utilizou a tribuna da Câmara Municipal nesta quinta-feira (16) para denunciar o atual presidente da casa, Luciano da Silva (PV). De acordo com o Vereador, a Casa teria gasto R$50.000,00 com a contratação da firma de advocacia Glauco Mendes Advogados para acompanhar os processos de interesse da Câmara. “Há fortes indícios que este contrato esteja sendo utilizado de forma indireta para pagar o advogado Fred Gois, para que ele atue a favor da oposição ao prefeito da cidade”, afirmou. No ano passado, a Câmara do município foi denunciada por realizar, em 12 meses, contratos de quase meio milhão de reais com assessorias jurídica e contábil.  Vereadores da situação também chegaram a protocolar uma denúncia no Ministério Público da Bahia (MP-BA) questionando esses gastos.
Nota da redação deste Blog -  Já em Jeremoabo a prefeita contrata escritórios de advogados a torta e a direita, e os vereadores nada enxergam, permanece cegos, surdos e mudos.
Será que a contratação de Escritórios de advogados de outras cidades, é porque os advogados da prefeitura são incompetentes,  ou é porque ganham da prefeitura para efetuarem trabalhos particulares?